top of page

A forma mais potente de praticar a Comunicação Não-Violenta



Aprender Comunicação Não-Violenta para lidar com o conflito ou com uma relação difícil pode ser uma solução ou um grande problema!

Você lê um livro sobre o tema, faz um curso, se empolga com exercícios, reflexões e possibilidades, tenta colocar em prática no primeiro conflito que se apresenta e o resultado não sai como você imaginava... o que será que deu errado?


Pense bem: se estamos tentando integrar novas habilidades, será que uma situação de medo e tensão é o melhor ambiente de aprendizagem?

Em uma situação dessas, o cérebro entra em modo sobrevivência e a maior parte da energia fica voltada para lutar, fugir ou congelar...dificilmente vamos conseguir dar uma resposta imediata que não seja uma dessas 3 opções.


E como fazer então?

A forma mais poderosa de aprender e praticar a Comunicação Não-Violenta é por meio da celebração e da gratidão.

Em momentos como esse, você está tranquila, relaxada, suas necessidades estão atendidas, suas emoções estão acolhidas. A energia está disponível para aprender e integrar novas respostas, para criar novas formas de interagir.


Você pode experimentar expressar o reconhecimento ou a gratidão por algo que uma pessoa fez que contribuiu ao seu bem-estar. Você pode celebrar metas atingidas, conquistas, sonhos realizados, identificando os sentimentos e as necessidades presentes em casa situação.


Como é se autoapreciar? O que você faz muito bem? Como é usar essa habilidade? Como você a desenvolveu? Quais recursos precisou? Quem te apoiou? O que você aprendeu? Como essa experiência pode apoiar outros aspectos de sua vida?


Isso significa fechar os olhos e ignorar o que não funciona? Definitivamente não! Colocar o foco de atenção naquilo que funciona bem nos permite entender quais são a estratégias que estamos utilizando que tem dado resultados positivos e construtivos e utilizar esse aprendizado em outras situações e contextos desafiadores, que precisam de mais cuidado e atenção.


Eu costumo comparar a Comunicação Não-Violenta com um exercício físico como yoga ou natação, é algo que você precisa praticar com frequência. Da mesma forma como você exercita seus músculos, você precisa exercitar sua capacidade de escutar, identificar sentimentos, necessidades, dar feedback, celebrar, apreciar, fazer pedidos, etc.


Aí no momento em que você se encontrar diante de um conflito ou uma situação desafiadora com muita tensão, você já vai ter todas essas habilidades integradas, vai ser fácil utiliza-las porque é algo que faz parte de você e do seu dia-a-dia.

Que tal fazer uma apreciação ou expressar sua gratidão para alguém hoje?


Marina De Martino

Facilitadora de Comunicação Não-Violenta e Justiça Restaurativa


Saiba mais sobre a Comunicação Não-Violenta em minhas paginas

Facebook e Instagam - Marina De Martino CNV

Site - www.comunicacaoecooperação.com


#cnv #comunicacaonaoviolenta #justicarestaurativa #dialogo #cooperacao #jogoscooperativos #educacaonaoviolenta #educacaoemocional #gestaoemocional #terapia #autoconhecimento #assertividade #lideranca #mediacao #empatia




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page